A Batalha do Apocalipse - Eduardo Spohr

13:47 Helena Dias 15 Comments

Livro: A Batalha do Apocalipse
Autor: Eduardo Spohr
Editora: Verus


Sinopse: Há muitos e muitos anos, há tantos anos quanto o número de estrelas no céu, o Paraíso Celeste foi palco de um terrível levante. Um grupo de anjos guerreiros, amantes da justiça e da liberdade, desafiou a tirania dos poderosos arcanjos, levantando armas contra seus opressores. Expulsos, os renegados foram forçados ao exílio, e condenados a vagar pelo mundo dos homens até o dia do Juízo Final. Mas eis que chega o momento do Apocalipse, o tempo do ajuste de contas, o dia do despertar do Altíssimo. Único sobrevivente do expurgo, o líder dos renegados é convidado por Lúcifer, o Arcanjo Negro, a se juntar às suas legiões na batalha do Armagedon, o embate final entre o Céu e o Inferno, a guerra que decidirá não só o destino do mundo, mas o futuro do universo. Das ruínas da Babilônia ao esplendor do Império Romano; das vastas planícies da China aos gelados castelos da Inglaterra medieval. A Batalha do Apocalipse não é apenas uma viagem pela história humana, mas é também uma jornada de conhecimento, um épico empolgante, cheio de lutas heróicas, magia, romance e suspense.


Curiosidade: Eduardo Spohr é brasileiro e carioca. Formado em Comunicação Social, trabalhou como repórter no Cadê Notícias, StarMedia e iG, como analista de conteúdo do iBest e depois como editor do portal Click 21. Hoje, além de criar projetos gráficos, é consultor de roteiro e ministra o curso "Estrutura Literária: a jornada do herói no cinema e na literatura", Facha, no Rio de Janeiro.


[Minha Opinião]

Fiquei com um certo receio quando adquiri o livro, afinal eu estava um pouco decepcionada com a literatura brasileira. Mas, Eduardo Spohr foi uma grande revelação para mim.

Eu puder conhecer e viajar por vários lugares, conhecer suas culturas e paisagens apenas através deste livro. O autor escreve tudo muito detalhadamente e em uma linguagem bastante formal e complexa, o que eu acho que pode não ser do agrado de muitas pessoas. [o que não é o meu caso, só pra esclarecer]


Os personagens são introduzidos de forma excelente e muito bem conduzidos, além de apresentar maravilhosamente os motivos de serem quem são, as suas experiências, os seus erros e acertos e como tudo refletiu em suas vidas.


Apesar do livro ser extenso, não há exagero e enrolação. Cada página e cada linha são necessárias para que se entenda todo o desenrolar e desfecho da história. As transições entre as histórias do passado e o presente são sutis e agradáveis.


É um livro que nos permite viver várias histórias, que nos enche de curiosidade e que nos porporciona um envolvimento com cada uma delas, concordando ou discordando de atitudes, gestos, palavras... Cada história nos apresenta novos personagens marcantes e que tornam-se inesquecíveis, sejam eles de qualquer origem.


Anyway... Como eu gosto muito de histórias desse tipo, que envolvem seres místicos, fiquei encantada com uma narrativa tão adulta e séria, que era o que eu sempre procuro em livros do gênero. Por isso, eu SUPER recomendo.


Eu não quero falar muito dessa obra [apesar de já ter falado mais do que deveria] porque gostaria que cada um tirasse suas próprias conclusões, já que é uma história complexa e que possibilita inúmeras interpretações. 



Bom, espero que gostem e, se já leu, diz me conta o que achou.
Beijos Literários!!


15 comentários:

Dica #12 - Bienal do Livro 2013

11:46 Helena Dias 4 Comments

Já que hoje, 29 de agosto, começa a Bienal do Livro, nada mais justo do que falar da mesma, né?!




4 comentários:

Dica #11 - Chico Bento ganha nova série de HQs e releitura

11:11 Helena Dias 8 Comments

Personagem de Maurício de Souza aparece mais velho e enfrenta alienígenas em novo quadrinho!




Criado em 1961, Chico Bento é mais velho que a dentucinha Mônica [criada em 1963]. O personagem que só ganhou sua própria revista em 1982, conquistou sua turma e, neste mês, ganha duas novas publicações.

8 comentários:

A Herdeira do Mar - Ize Chi Kiohaan

14:19 Helena Dias 10 Comments


Livro: A Herdeira do Mar
Autora: Ize Chi Kiohaan
Editora: Publicação independente
Páginas: 556
Ano: 2013

Sinopse: Cordélia Dolphin é uma adolescente quase normal: ela e seu pai já moraram em diversos países por conta do trabalho dele. Dessa vez, estão se mudando para a praia de Tamarama, uma pequena península localizada no estado de New South Wales, Austrália. Carregando um trauma por ter se afogado durante a infância e por ter perdido a sua mãe antes mesmo de conhecê-la, Cordélia tenta viver a sua vida, encontrando novos amigos e um possível candidato a namorado. Porém, seu mundo vira de pernas pro ar com a chegada do misterioso Morgan, um rapaz que rodeia a sua casa e sabe coisas sobre ela que ninguém mais poderia saber. Ao completar dezoito anos, tudo o que conhecia em sua vida começa a mudar: ela descobre que sua mãe era uma sereia, filha do Rei de Atlântida, governante de todos os mares. Morgan finalmente revela seu mistério, mostrando ser um tritão designado a protegê-la e guiá-la desde o dia de seu nascimento. Uma guerra subaquática se desenvolveu durante toda a sua existência e esse é o momento de assumir seu lugar como Princesa Herdeira, mas, como, se sua vida humana lhe parece finalmente perfeita? 

[Nota Pessoal]

No início do livro, eu não sabia muito o que esperar, apesar de já ter me interessado pelo enredo da história. O que eu não esperava era me surpreender tanto com o quanto a história foi bem pensada e organizada em seus mínimos detalhes.

Acho que Ize soube tornar o mundo das sereias muito real, em uma proporção que não ficou exagerada, além de explicar os motivos de todos os fatos ocorridos, sem deixar faltar nenhum, até mesmo aqueles que foram relatados lá no começo. Foi o tipo de livro que me fez ter reações das mais diversas.

Desde criança, eu sempre gostei de mitologias, lendas e assuntos sobrenaturais (influências da minha mãe). Isso me fez ler muito sobre, e tornei-me uma pessoa muito crítica em relação a esses assuntos. Porém, eu gostei muito da forma fictícia como a autora colocou as lendas sobre o Reino de Atlântida, Poseidon, Zeus e etc, sem fugir muito das lendas reais.

É meio complicada encontrar uma ficção que envolva tantas lendas diferentes e que seja boa. Definitivamente, A Herdeira do Mar é um ótimo exemplo de que a literatura nacional não está perdida. Estou maravilhada com o universo criado pela autora.

Então, eu não dei a nota máxima por dois motivos.
Primeiro, o livro começa com uma linguagem um tanto formal, mas com o decorrer da narrativa se torna mais simples. Isso não me incomoda, eu até gosto de livros com esse tipo de linguagem. Contudo, acredito que algumas pessoas podem não se adaptar e/ou não gostar.

Segundo, pela repetição do quão Morgan é lindo, das sensações que Cordélia sente toda vez que está perto dele e do fato de ter que lembrar sempre o porquê de não poderem ficar juntos.
São críticas minúsculas, se comparadas ao livro como um todo.

Enfim... Estou em crise de abstinência e já quero a continuação [até porque quase arranquei os cabelos com o final, que ainda estou digerindo].

Eu SUPER recomendo a leitura dessa obra linda!!


É isso aí, meus leitores lindos!! Até a próxima!!

Beijos Literários!!


10 comentários:

Sayonara, Gangsters - Genichiro Takahashi

11:22 Helena Dias 2 Comments

Livro: Sayonara, Gangsters
Autor: Genichiro Takahashi
Editora: Ediouro
Páginas: 296
Ano: 2006
ISBN: 8500020113





Sinopse: O livro se passa em um futuro próximo e caricato, em que as pessoas já não têm nomes propriamente ditos e tudo ficou bizarro, distorcido e assustadoramente familiar. Vivendo a vida ao lado de Song Book, sua companheira, e Henrique IV, um gato viciado em livros e leite com vodka, um professor de poesia tem a sua vida alterada do dia para a noite e para sempre por um grupo de terroristas denominado "Os Gangsters".

[Nota Pessoal]

Você começa o livro sem saber o que te espera e o termina sem entender muita coisa. É um daqueles livros que não se sabe como definir. Ele fala de muitas emoções. É engraçado, beirando a loucura, arrisco dizer. É dramático e crítico, de uma forma sarcástica. Complicado, né? rs. Exatamente isso, um livro complicado de ler, daqueles que requer sua atenção no mínimos detalhes. Mas, um livro excelente.

Na verdade, eu não diria que é um livro para ser compreendido, mas sim para ser sentindo. Cada capítulo possui sua peculiaridade e um jogo de clímax e anticlímax, que te deixa cada vez mais interessado. Como a história se passa no futuro, isso deu liberdade para o autor inventar o que quisesse, mostrando toda a sua originalidade. 


Por meio de situações e diálogos incomuns, Takahashi nos faz refletir sobre como podemos relacionar e/ou misturar o que é irreal com o nosso dia-a-dia. É um espanto de livro: engraçado, satírico, cínico e brilhante. Com uma narrativa peculiar, ele se torna um alucinógeno da literatura.



Beijos Literários!!!


2 comentários:

Novidade: Ler+Brasil - Projeto Book Tour Virtual

14:40 Helena Dias 4 Comments

Oiii, getennn...




Hoje, eu venho falar para vocês uma novidade maravilhosa: o livro "A Herdeira do Mar", da Ize Chi Kiohaan, está em Turnê Literária [Book Tour] pelo Ler+Brasil, projeto em que os autores brasileiros são prestigiados.
Para isso, o Café com Livro se uniu aos blogs Secret Fantasy Books, Central da Leitura, Flying Whisper e TOC por Leitura para apoiar esse projeto lindo. 

Além de resenhas feitas pelos blogs mencionados, acontecerá um sorteio coletivo de um exemplar físico do livro. [êêÊÊÊêêê]
É muito simples concorrer. Basta preencher o formulário em qualquer um dos blogs citados ou no site oficial do livro ou aqui mesmo no final da página!! Não perca tempo, hein!!

O Livro - A Herdeira do Mar [resenha aqui]


Cornélia Dolphin vê seu mundo virar de pernas pro ar com a chegada do misterioso Morgan, um rapaz que rodeia a sua casa e sabe coisas sobre ela que ninguém mais poderia saber. 
Ao completar dezoito anos, tudo o que conhecia em sua vida começa a mudar: ela descobre que sua mãe era uma sereia, filha do Rei de Atlântida, governante de todos os mares. Morgan finalmente revela seu mistério, mostrando ser um tritão designado a protegê-la e guiá-la desde o dia de seu nascimento. 
Uma guerra subaquática se desenvolveu durante toda a sua existência e esse é o momento de assumir seu lugar como Princesa Herdeira, mas, como, se sua vida humana lhe parece finalmente perfeita?

A autora - Ize Che Kiohaan


Nascida no dia 28/12/1989, a autora cursa Direito, está estagiando, é casada e não tem filhos. Escreve ficções desde os 12 anos [ fanfics, sob o pseudônimo de Princesa Chi], sendo "A Herdeira do Mar" o seu primeiro livro original completo. Tem projetos para a continuação da obra mencionada, além de já ter outros projetos de séries em andamento.


Ela gosta de chocolate, gatos e livros de ficção. Não gosta de hipocrisia e falsidade.


Além disso, a autora fará o lançamento do livro e uma sessão de autógrafos na Bienal do Livro, no dia 7 de setembro às 18h. Garanta seu exemplar autografado!



Não esqueçam de participar e concorrer a um exemplar autografado, com marcador de página, sacola personalizados e bottons dos personagens!!


a Rafflecopter giveaway

Explicando:
A Elizabeth teve sua conta do Twitter suspensa recentemente. Mas eu estava acompanhando os tweets (pois era citada em cada um) e sei que ela estava realmente twittando quase todos os dias. Sendo assim, isso não a desqualifica como ganhadora, pois vinha participando do sorteio, apesar do azar de o Twitter suspender a conta dela (e o Rafflecopter manteve a contagem do total de "entries").

Tanto a Dora quanto a Sara tiveram pontuações iguais; conferi cada uma dos requisitos, e nenhum deles foi desqualificado. Dessa forma, ambas receberão o prêmio de 3º lugar.
 
Os e-mails foram enviados para os ganhadores e, solicitando uma resposta com os dados para envio do prêmio. Os ganhadores tem até 48h para responder, caso contrário, o prêmio passará para outra pessoa, seguindo o critério de pontuação.

Parabéns aos ganhadores!!!
 

4 comentários:

Minha Opinião #12 - A menina que não sabia ler

11:03 Helena Dias 19 Comments

Nota:

Livro: A menina que não sabia ler [Florence and Giles]
Autor: John Harding
Sinopse: 1891. Nova Inglaterra. Em uma distante e escura mansão, onde nada é o que parece, a pequena Florence é negligenciada pelo seu tutor e tio. Guardada como um brinquedo, a menina passa seus dias perambulando pelos corredores e inventando histórias que conta a si mesma, em uma rotina tediosa e desinteressante. Até que um dia ela encontra a biblioteca proibida da mansão, e passa a devorar os livros às escondidas. Mas, existem mistérios naquela casa que jamais deveriam ser revelados.

Curiosidade: O título original do livro é Florence and Giles. A tradução do título foi feita para que combinasse com o enredo da história narrada. [mas, na minha opinião, foi mais para que as pessoas lembrassem de "A Menina que Roubava Livros" e associassem ao sucesso do mesmo, ou seja Marketing puro rsrs]

19 comentários:

[Entrevista] Lauren Oliver

14:29 Helena Dias 18 Comments



Galera, tem um tempo que eu entrei em contato com Lauren Oliver [autora de "Antes que eu vá" e da trilogia Delírio], perguntando se ela poderia responder algumas perguntas. Ela foi SUPER simpática. Disse que tentaria respondê-las o mais rápido possível. E, de fato, ela as respondeu bem rápido.

Eu demorei a postar porque estava com outra coisas a frente, como o SORTEIO, por exemplo.
Mas, finalmente, eu consegui postar! rs

Vamos lá!!

Café com Livro: Como surgiu a ideia de começar a escrever?
Lauren Oliver: Eu cresci em uma família muito literária. Ler e escrever faziam uma parte enorme do ambiente em que vivi e, eu escrevo histórias desde que me tornei fisicamente capaz.

CcL: Você teve influência de outros autores no seu trabalho? Quem?
LO: Claro. Eu encontro novos autores que me inspiram todos os dias. Alguns deles são Roald Dahl, Jane Austen e Gabriel Garcia Marquez.

CcL: Existe algum motivo especial para você ter escolhido os young adults como seu público-alvo?
LO: Eu realmente gosto de escrever histórias com um enredo conduzido para o emocional, e acho que os young adults se prestam a isso. Entretanto, eu gosto de escrever para todas as faixas etárias.

CcL: Qual foi a sua primeira reação ao perceber o sucesso dos seus livros?
LO: Eu AINDA estou completamente emocionada e honrada por isso. Eu tenho os melhores fãs no mundo.

CcL: Como surgiu a ideia de escrever a trilogia Delírio?
LO: Eu queria escrever um livro sobre amor, e não apenas amor romântico, mas todos os tipos de amor. E, eu estava interessada no modo como o governo pode controlar as ideias das pessoas através da propaganda. Essas duas ideias surgiram juntas e se tornaram a trilogia Delírio.

CcL: Em "Antes que eu vá" [minha opinião aqui], a história se passa dentro da nossa sociedade. Já em Delírio, você criou uma nova sociedade. Isso tornou Delírio um livro mais difícil de escrever?
LO: Eu acho que todos os livros possuem suas alegrias e desafios. Construir um mundo a partir do zero, ao mesmo tempo que era muito novo para mim, foi muito desafiador, mas também foi muito divertido.

CcL: A Sam foi uma personagem que me intrigou muito por que ela, de certa forma, negava quem ela realmente era só para ser popular, o que ainda acontece muito. Em que você se inspirou para criar a Sam?
LO: Eu começei a ouvir a voz da Sam dentro da minha cabeça, e eu simplesmente precisava escrever isso.

CcL: Algum dos seus outros personagens foi inspirado em uma pessoa real?
LO: Eu diria que todos os meus personagem possuem elementos de pessoas reais que eu conheço, mas nenhum deles são cópias diretas.

CcL: Como todos já sabem, você tem um estilo próprio de escrever. Existe algum gênero literário ao qual você siga?
LO: Tento ler tanto quanto posso. Acho que é realmente importante para todo escritor se expor a diferentes tipos de escrita.

CcL: Li que você tem 10 tatuagens [humilha as minhas 5... hahaha... brincadeira]. Tem alguma que seja a sua favorita? Você tem ou pretende ter uma tatuagem em homenagem a algum dos seus livros?
LO: Eu amo todas as minhas tatuagens de forma igual. Atualmente não tenho nenhuma tatuagem que imortalize meus livros - acho que o livro por si só já faz isso, sabe?! - mas eu tenho algumas tatuagens literárias inspiradoras, incluindo uma citação de EE Cummings, que estabeleceu seu caminho dentro de Delírio.

CcL: Você já escreveu sobre amor e morte. Existe mais algum tema que deseja escrever?
LO: Eu quero escrever sobre tudo. Apenas uma maneira de fantasiar. Meu próximo livro, Panic, é sobre medo, o que eu acho um tema muito interessante.

CcL: Você tem algum mania quando vai escrever?
LO: Eu sou totalmente obcecada pelo Neil Gaiman. Costumo ler sempre algum trecho dele antes de começar a escrever.

CcL: Está lendo algum livro no momento? Qual? Recomendaria?
LO: Acabei de ler Daughter of Smoke and Bones, de Laini Taylor, que eu realmente amei. Tem uma protagonista muito kick-ass*. Recomento com certeza!

CcL: Para finalizar, deixe uma mensagem para os seus fãs brasileiros.
LO: Muito obrigada pelo carinho e por tudo mais. Como eu já disse, EU TENHO OS MELHORES FÃS DO MUNDO. Um enorme MUITO OBRIGADA.

Bom, galera, foi isso!! Espero que tenham gostado e tentarei conseguir mais entrevistas para vocês.
Digam o que acharam aí nos comentários!!

Beijos Literários!!


* Gente, desculpe, mas eu não soube colocar uma tradução para kick-ass... rsrs...

18 comentários: